Agora Vai!

​Salve compas! Aqui quem tecla é Vertov Rox., sou umas das pessoas que ajuda a puxar a Editora Monstro dos Mares e estamos todos super-felizes em conseguirmos concluir a campanha com 60% do valor necessário inicialmente. 

Sim, tivemos muitos problemas durante toda a caminhada deste título, perdemos nosso compa Kinhuh, tivemos algumas prorrogações na chamada pública dos artigos, a campanha de financiamento coletivo demorou quase um ano para acontecer. Esperávamos muito que ela tivesse acontecido entre os meses de Setembro de 2016 para entregarmos o livro em Janeiro de 2017, mas parece que a turbulência atingiu o ano passado em cheio.

“Ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro…” (Cantor que morreu)

Conseguimos atingir orçamento suficiente para realizar impressões de exemplares para todas as pessoas que apoiaram, para todas as autoras dos artigos, para a organizadora, bibliotecas libertárias e quem mais enfia a mão na massa neste rolê. Estamos aguardando o repasse do recurso por parte do Catarse para darmos início à impressão do livro. 

Já recebemos os Pendrives que vão acompanhar os livros de quem selecionou essa recompensa e no final de semana vamos gravá-los e aplicar a personalização. Quem quiser baixar o TAILS OS, um sistema operativo que promove e intensifica as proteções com a privacidade de dados, nós recomendamos fortemente.

Nós próximos dias você receberá novidades sobre o progresso do livro, informações sobre as recompensas e o cronograma dessa fase final do projeto.

Punk Rock não é só pro seu namorado!” Bulimia

Vertov Rox.
Editora Monstro dos Mares

//Ciberfeminismo – Campanha de Financiamento

Destacado

capinha

//CIBERFEMINISMO
Aperte enter para rodar o código de novo livro da Editora Monstro dos Mares “Ciberfeminismo: Tecnologia e Empoderamento” uma produção coletiva, reunindo artigos de colaboradoras e textos selecionados. Apoie no Catarse para tornar o livro em realidade!

https://www.catarse.me/livrociberfeminismo

Desde que deixou os laboratórios das universidades e outros centros de pesquisa e tecnologia – tradicionalmente ocupados por homens cis, brancos, hetero, e membros da elite econômica –, a Internet se constrói como um local que, ao mesmo tempo, abriga (re)produção de discursos misóginos e tem o potencial de ser uma ferramenta poderosa para o enfrentamento daqueles mesmos discursos.

A coletânea que apresentamos agora começou a tomar forma em 2015, quando aEditora Monstro dos Mares realizou uma chamada pública de artigos sobre o ciberfeminismo. Os textos recebidos foram selecionados e organizados em um panorama que mostra alguns desdobramentos da militância feminista no ciberespaço, que o compreendem como zona fértil para a proliferação do poder feminino através da apropriação dos meios tecnológicos e sua transformação em ferramentas de luta.

Autoras:

<Claire L. Evans>
<Talita Santos Barbosa>
<Tatiana Wells>
<Jarid Arraes>
<Fhaêsa Nielsen>
<Caroline Franck + Cássia Rodrigues Gonçalves + Êmili Leite Peruzzo>
<Izabela Paiva>
<Graziela Natasha Massonetto>
<Priscila Bellini>
<Soraya Roberta, [S. R.]>
<Angélica Schenerock>

Organização:

<Claudia Mayer>

Ao apoiar esta campanha você não estará apenas “comprando um livro”. Cada contribuição tornará possível a produção de mais livros. Quando você receber o seu, outro será destinado a coletivos de militância, bibliotecas autônomas, e outras pessoas que, ao entrar em contato com a tinta no papel, farão a diferença que o mundo precisa hoje.

(As colaborações que não compõe a versão impressa da coletânea serão disponibilizados para download quando do lançamento do livro.)


Ciberfeminismo: Tecnologia e Empoderamento
A5 (148.5 x 210 mm)
100 páginas (apróx)
Capa em papel branco offset 230gr
Miolo em papel branco offset 75gr

PREVISÃO PARA JANEIRO DE 2017
Com seu apoio poderá ser antes =)

Orçamento

Onde serão utilizados os valores arrecadados

  • 50% Impressão
  • 30% Correios
  • 13% Catarse
  • 07% Recompensas

Nota de Falecimento: Khynhu Prestes

114378773_05799823c6

19-06-2015

Nosso amigo de diversos rolês, um dos fundadores da Editora Monstro dos Mares, membro da casa pirata, do coletivo autônomo de bicicletas de cachoeira do sul, fundador da Rádio Caruncho FM Livre, do Levante Popular da Juventude (Célula Cachoeira do Sul), companheiro de lutas, irmão de sonhos, desejos e utopias resolveu antecipar o destino que nos é comum.

Nesse momento, rejeitamos qualquer julgamento da sociedade burguesa sobre o seu ato de imolação, até mesmo nós que compartilhamos anseios e frustrações semelhantes não somos ou não fomos, tampouco seremos igualmente capazes de compreender as motivações humanas que possam justificar essa atitude.

Todos nós que compartilhamos bons momentos com este companheiro sabemos da sua alegria, seu desejo de transformação social e também das frustrações ou dificuldades que ele enfrentou nesses últimos tempos.

Sem justicar e sem julgamentos, hasteamos nossa bandeira negra em saudação e saudade de nosso eterno companheiro KHYNHU PRESTES.

Nossos sonhos permanecerão no tempo.
((A))

Nota sobre pré-venda do livro Veganarquismo

SP

 

Olá pessoal, estivemos envolvidos numa série de atividades que acabaram comprometendo nossa capacidade de encaminhar todos os pedidos de pré-venda do livro Veganarquismo. Existia a previsão de uma nova impressão para o dia 11/11, que acabou se confirmando, o material seguiu para a Feira Anarquista de São Paulo onde participamos com uma banquinha e no retorno da feira, por nossa única dificuldade em estabelecer contato e deslocar o material até nosso coletivo, tivemos um atraso de cerca de 30 dias em operacionalizar o vai e vem dos livros.

Toda a nossa atividade depende unicamente de voluntárixs e queremos aqui agradecer as pessoas que puxam esse rolê, desprende-se de recursos para colar na feira em sampa, resguardam suas atividades de lazer para passar o dia na banquinha e que colaboram em atender os contatos por e-mail, facebook e os pedidos em nosso site. Valeu mesmo.

Estamos retomando as vendas do livro com cerca de 200 exemplares, os primeiros pedidos que serão atendidos são os da pré-venda, que serão inteiramente normalizados nesta terça-feira, dia 9 de dezembro. Todas as pessoas que optaram receber o livro em casa, vão receber um brinde (zine / adesivo / jornal) como forma de agradecimento e reparação pela espera.

Às demais pessoas, queremos agradecer o carinho com nossas publicações e o incentivo para que continuemos colocando mais e mais tinta no papel e fazendo as palavras anarquistas tomarem fôlego nas mãos de mais leitorxs.

Aproveitamos este espaço para colocar nosso entusiamo nos próximos lançamentos para o ano de 2015 e pedir para que vocês fiquem conosco, somem-se em nossos espaços de interação e de apoio as lutas dos povos que vem de baixo.

Anarquia e mais tinta no papel!
[[[A]]]