Lançamento da loja virtual de livros e zines

Faz algum tempo que a Editora Monstro dos Mares busca se aproximar de meios que tornem o processo de distribuição de nossos títulos mais simples e dinâmico. Porém, a falta de compreensão acerca da singularidade de nossos títulos e da especificidade do objeto livro tem constantemente nos afastado de plataformas de uso comum e corriqueiro nas compras pela internet. Seja pelos custos, taxas ou fretes abusivos, seja por inadequação.

As “políticas de uso” de alguns sites tornam nossos livros como objetos “impróprios” somente por seus títulos e as imagens das capas, o que denota a franca insuficiência cognitiva dos “avaliadores de conteúdo” em alcançar os significados do que é a anarquia, o anarquismo e qual é o papel da divulgação acadêmica para Brasil contemporâneo.

Tivemos todos os nossos livros removidos do Mercado Livre. Na Elo7, a relação se tornou “uma mistura do mal com atraso e pitadas de psicopatia”, uma vez que inicialmente as pessoas que “controlam” o conteúdo do site não conseguiam acreditam que nossos livros eram produtos artesanais. Atendendo ao pedido do suporte, gravamos vídeos sobre as etapas de confecção de nossos livros e recebemos inclusive os “Parabéns” dos avaliadores. Cerca de 30 dias depois, outra equipe, bloqueou nossa conta e não autorizou novas vendas por motivos que até o momento não estão claros, recorrendo à termos de uso obscuros e plenos de ambiguidades.

Está nítido que os reflexos da “Operação Érebo” está no cerne desses impedimentos, onde livros são considerados “ilegais”, “impróprios” ou em “não conformidade” com as políticas das lojas da internet. Enquanto isso, camisetas estampadas com a face do preconceito, do ódio e da ignorância são amplamente comercializadas em qualquer lugar (inclusive nas mesmas plataformas que nos retiraram).

Ainda que aquisição de um nome de domínio próprio e a utilização de um serviço pago mensal para utilização de uma loja que não possui o código aberto, de certa maneira, vai contra aquilo que acreditamos ser o ideal, momentaneamente é o que temos para seguir realizando nosso objetivo principal: fazer e distribuir livros de baixo custo para uma divulgação acadêmica anárquica e libertária.

Infelizmente, nos últimos meses estivemos envolvidos em mais problemas de ordem burocrática com lojas online, definições de infraestrutura eletrônica e outras questões que nos obrigaram a adotar soluções mais simples, mas que dão a condição de possibilidade para que seja mantido o ponto principal de nossa editora. Novamente: fazer livros.

Portanto, convidamos compas de todos os rolês libertários e a comunidade acadêmica interessada em nossa opção epistemológica à visitar nossa loja virtual e conferir nossos livros e zines, bem como impressões de materiais de outros coletivos editoriais e individualidades. Desde já, colocamo-nos a disposição de grupos de afinidades, federações, organizações, coletivos, coletivas, bandos e rolês para realizar a distribuição impressa de seus materiais conosco.

www.monstrodosmares.com.br

Baderna neles!
Livros e Anarquia!

Editora Monstro dos Mares
monstrodosmares@riseup.net

Escritos Afugentáveis I – O educador mercenário: Para uma crítica radical das escolas da democracia Pedro García Olivo, tradução de Paulo Marques

Escritos Afugentáveis I – O educador mercenário: Para uma crítica radical das escolas da democracia. Pedro García Olivo, tradução de Paulo Marques.
128 páginas
Capa em papel Vergê azul de 180gr.

Educação Libertária é possível?

O que é “Educação” para que seja possível adjetivá-la? Uma educação pode ser denominada educação se não for libertária? Uma educação libertária requer professores libertários? Quem seriam? Prescinde de professor? Por que a Educação Libertária é aceita nos espaços institucionais se ela se pretende anti-sistema?

Altura: 21.00 cm
Largura: 14.00 cm
Comprimento: 0.60 cm
Peso: 120 g

Saindo das sombras dos pinheirais: Mulheres na Guerra do Contestado

Saindo das sombras dos pinheirais: Mulheres na Guerra do Contestado
Aristides Leo Pardo (Prefácio de Claudia Mayer)
54 pág.
ISBN 978-85-68845-05-9

Somando-se à história do centenário desse conflito que mudou o mapa brasileiro, este livro apresenta um debate sobre o papel das mulheres na Guerra do Contestado.

Através de análise bibliográfica e do filme Guerra dos Pelados de Sylvio Back (1970), aborda-se questões de gênero e redescobre-se protagonistas da história que só agora começam a sair das sombras dos pinheirais.

  • Altura: 14.00 cm
  • Largura: 10.00 cm
  • Comprimento: 0.30 cm
  • Peso: 60 g